Skip links

Corrente Russa: Um excelente recurso para tonificação muscular

Compartilha

Corrente russa é um tratamento bioelétrico desenvolvido na Rússia na década de 80. É um estímulo elétrico utilizado para produzir uma contração muscular no local em que ele é aplicado. Sua ação melhora no tônus muscular além de estimular a circulação sanguínea, linfática e a oxigenação celular. Na área estética pode ser usada para melhora do contorno corporal, da celulite, redução de rugas da face e pescoço. Também é indicado para a recuperação do tônus muscular pós-parto e pós-emagrecimento, além de ser um bom complemento para pessoas que passaram por cirurgias plásticas.

A corrente utilizada é de média frequência alternada de 2.500 Hz em sessões de em média 20 minutos, sem risco de choque elétrico, mas que pode causar pequeno desconforto em graus diferentes, de acordo com a intensidade da corrente. O aparelho possui eletrodos de silicone que devem ser acoplados em áreas compatíveis ao músculo que será estimulado e assim causar contração muscular.

 

Essa corrente é muito conhecida entre as pessoas que querem entrar em forma já que ela tonifica e modela o corpo. Vale lembrar que exercícios físicos e a alimentação adequada com pouca ingestão de açúcares, frituras, gorduras também devem estar associados à essa técnica para que os resultados sejam ainda mais satisfatórios.

 

Durante o tratamento é normal sentir formigamento inicialmente e em seguida ao aumentar a intensidade do equipamento, deve-se observar a contração muscular, sendo indicado permanecer dentro do limite confortável para que as contrações não provoquem dor. Ao contrair os músculos pode-se realizar exercícios físicos ao mesmo tempo em que a corrente russa está ligada, sendo assim possível atingir mais fibras musculares, o que aumenta a eficácia do tratamento. “A combinação do recurso eletroterápico com os exercícios isométricos é uma forma inteligente de potencializar os resultados clínicos, ainda mais para clientes que já possuem uma vida ativa com a prática de atividades físicas, mas que desejam aumentar o grau de definição muscular” afirma Dra. Marcella Bernucci, fisioterapeuta e professora da Rãmaga Pró Estética que  ministra o workshop de corrente russa e exercícios isométricos.

 

Os benefícios que o procedimento oferece são muitos, entre eles destacam-se o fortalecimento dos músculos corporais e faciais, combate à flacidez, redução de rugas do rosto e do pescoço, definição dos músculos e ajuda na hipertrofia, redução de medidas, recuperação do tônus muscular, pós-parto, pós-emagrecimento e pós-cirurgias plásticas ou gerais.

Contudo, a corrente russa é contraindicada para pessoas que possuem marca-passo, cardiopatias, varizes, embolias, trombose e outras doenças circulatórias. Além disso, se a o cliente estiver com episódios de febres, infecções, inflamações ou tumores essa técnica também não é indicada. Pessoas com lesões musculares, doença renal, problemas pulmonares, epilepsia, hipertensão ou gestantes também não devem se submeter à corrente russa.

Todo procedimento estético deve ser realizado com o máximo de segurança, sempre com o preenchimento do prontuário de avaliação corporal, para fácil identificação se o cliente está nas condições indicadas para receber o tratamento e aproveitar os seus benefícios. Por isso a capacitação profissional é recomendada para uso desta e outras tecnologias eletroterápicas.

A corrente russa é um recurso que já é amplamente estudado e com resultados comprovados e total embasamento científico, pode ser combinado com outras terapias estéticas e pode ser o tratamento que falta para a conquista de resultados realmente significativos!

 

 

 

Junte-se à discussão

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, podemos te ajudar?
Clique no botão abaixo para iniciar uma conversa comigo no Whatsapp!
Powered by