Skip links

Luz intensa pulsada no tratamento de melanose solar

Compartilha

Você já deve ter ouvido alguém falar em “Mancha Senil”, cujo nome correto é Melanose Solar ou Lentigo Solar. Elas são popularmente chamadas assim pois geralmente aparecem em pessoas com idade mais avançada. Entretanto, essas manchas não são provocadas pela idade e sim pelo dano causado à pele através do sol ao longo dos anos.  Este dano induz ao aumento do número de melanócitos (célula que produz o pigmento que dá cor à pele) e da sua atividade, produzindo mais melanina e escurecendo a pele. As partes do corpo que ficam protegidas do sol no dia a dia, como axilas, interno de coxa, abdômen, não costumam apresentar esses tipos de manchas. Como o resultado da ação do sol só vai aparecer com o passar do tempo, as Melanoses Solares são mais comuns em pessoas com idade avançada, daí o nome popular de  “Mancha Senil”.

O dano do sol é cumulativo e por isso se falava em manchas ocasionadas pela idade, porém atualmente observamos cada vez mais jovens com estas lesões por não se protegeram do sol adequadamente.

 

As Melanoses Solares são lesões benignas, que não representam indício de câncer de pele ou de outras doenças de grande relevância. Essas manchas são escuras, de coloração castanha, que variam do marrom claro ao escuro. Geralmente são pequenas e seu tamanho pode variar de milímetros a alguns centímetros. Elas surgem apenas nas áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, colo, antebraços, dorso das mãos e ombros. São mais frequentes em pessoas de pele clara.

O ideal é a prevenção do surgimento das manchas, que deve ser feita através do uso de proteção solar nas áreas continuamente expostas ao sol, onde as manchas se manifestam. Não é apenas o sol da praia ou piscina, mas também o sol do dia a dia, que vai danificando as células que, no futuro, vão sofrer alterações e dar origem às manchas.

Os tratamentos cutâneos não ablativos e não invasivos estão cada vez mais em alta, levando em consideração que melhoram visivelmente nossa pele, com um mínimo ou nulo tempo de recuperação. Dentre esses tratamentos, podemos citar a Luz Intensa Pulsada, que é uma tecnologia versátil, indicada para as Melanoses Solares e também para depilação, rejuvenescimento, lesões vasculares como microvasos de face, olheiras e acne.

A tecnologia da Luz Intensa Pulsada é diferente do Laser, apresentando vários comprimentos de ondas em um feixe de luz único que é atraído pela melanina da pele, atingindo também, os vasos sanguíneos e o colágeno, podendo atingir várias camadas da pele dependendo do filtro utilizado e intensidade programada.

Com a aplicação da Luz Intensa Pulsada, ocorre a lise de melanossomas por ação do calor, a melanina é fragmentada em pequenas partículas e as células que contém melanina (melanócitos e queratinócitos) são danificadas. Esse processo é conhecido como fototermólise seletiva, pois o efeito fototérmico ocorre em cima das lesões pigmentares sem atingir o tecido adjacente. Logo após os disparos da LIP é obeservado um acinzamento e um escurecimento da melanoses, seguidos de um eritema na região, ficando avermelhada devido a inflamação do local. O paciente sentirá um leve ardor e a pele ficará mais sensível, por isso é recomendado alguns cuidados no pós sessão, como o uso de um cosmético hidratante e cicatrizante como o Micro Relive da linha Organa Dermocosmético, evitar a exposição ao sol e agressões como produtos de limpeza em contato direto com a pele.

Nos próximos dias, as lesões nas melanoses irão escurecer, o que vai formar uma crosta fina no local da aplicação. Com a estimulação do colágeno, inicia-se a cicatrização. Essa crosta que se formou no local da aplicação será eliminada entre 10 a 15 dias, deixando uma pele com aparência rosada e lisa, caracterizando uma pele nova e recém-formada. O Tratamento além de promover um clareamento na área tratada também melhora toda a textura do tecido com o estímulo de colágeno na região, afirma Rafaela Pereira, bióloga e professora de tecnologias avançadas da Rãmaga Pró Estética.

 

 

 

 

É recomendado realizar sessões a cada 30 dias, e o número de sessões necessárias variam a cada paciente. Mas normalmente já são observados resultados satisfatórios desde de a primeira aplicação.

 

O uso de protetor solar é essencial antes, durante e depois do tratamento, sendo obrigatório o seu uso principalmente quando a pele ainda está rosada, fina e sensível. Atualmente contamos com as luvas e roupas com fotoproteção que é um excelente recurso na prevenção do surgimento das melanoses solares e como cuidado no pós procedimento, principalmente na fase em que a pele está em processo de cicatrização. Sendo recomendo o uso das Luvas com fotoproteção ao dirigir, ou caminhar exposto ao sol.

 

A Luz Intensa Pulsada é um recurso seguro e eficiente no tratamento das melanoses solares e no fotorrejuvenescimento. sendo amplamente utilizado nas clínicas de estética para promover o rejuvenescimento tecidual pois também atua como bioestimulador de colágeno. Esse recurso incrível já está disponível nas melhores clínicas de estética.

Junte-se à discussão

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, podemos te ajudar?
Clique no botão abaixo para iniciar uma conversa comigo no Whatsapp!
Powered by