Skip links

Dermopuntura: tratamento para estrias.

Compartilha

Dermopuntura: o mais novo recurso para o tratamento de Estrias.

As estrias são as alterações inestéticas que afetam 90% das mulheres e 15% dos homens, sendo considerada um dos tratamentos mais difíceis de obter resultados. Muitos clientes procuram clínicas e profissionais de estética na busca de tratamentos eficientes e resultados satisfatórios para sanar ou minimizar as estrias. “O inovador tratamento, Dermopuntura, tem impressionado estes clientes, pois proporciona resultados visíveis já na primeira sessão” afirma Adriana Nogueira, esteticista facial e micropigmentadora que já realiza o procedimento da dermopuntura.

Mas afinal de contas, o que são estrias? Porque elas surgem? As estrias são cicatrizes atróficas que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele. Formam-se, normalmente, quando há aumento do volume corpóreo por causa de gravidez, aumento de peso, colocação de prótese mamária, uso de anabolizantes; ou por fatores hormonais como o uso de estrógeno e hormônios adrenocorticais. O uso prolongado de tratamentos com corticoides e fatores genéticos também podem desencadear estrias.

Formam-se, então, as linhas atróficas na pele por causa da diminuição da espessura da derme e epiderme. Essas linhas quando são recentes são de cor rósea ou púrpura; as antigas ficam esbranquiçadas, sendo mais difíceis de serem tratadas.

Em mulheres é mais comum encontrar estrias nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e nos seios. Normalmente as primeiras estrias já aparecem quando se inicia a puberdade, devido o crescimento muito rápido, o aparecimento de estrias também está relacionado ao ganho de peso em um curto espaço de tempo. Nas mulheres é comum o aparecimento de estrias durante a gravidez, principalmente no abdômen e nos seios. Atualmente tem sido cada vez mais frequente a queixa de aparecimento de estrias após a colocação de próteses de silicone, por causa da distensão dos tecidos de forma abrupta.

Já em homens é mais comum nos ombros, braços e costas. Os que se submetem a musculação excessiva ou abusam de anabolizantes são os mais propensos. Em homens o ganho de peso e o crescimento abrupto também são causas de estrias.

As estrias róseas ou arroxeadas são recentes, podem apresentar discreta coceira e são acompanhadas por um processo inflamatório local; já as brancas como são mais antigas, já ocorreu uma atrofia mais intensa das fibras colágenas e elásticas, e não há inflamação envolvida. Em pessoas de pele morena ou negra as estrias podem aparecer com uma coloração mais escura do que seu tom de pele.

O tratamento com a Dermopuntura é proposto com uma associação de procedimentos que com sua ação em conjunto visam minimizar de forma significativa a aparência das estrias. A Dermopuntura é realizada com o equipamento dermógrafo, o mesmo que é utilizada na micropigmentação, antigamente denominada maquiagem definitiva. O procedimento é considerado não invasivo, visto que o estímulo ocorre pontualmente em cima da estria em um nível superficial da pele. São utilizados dois tipos diferentes de agulha, sendo uma agulha de polipropileno para realizar a escarificação, ou seja, um deslizamento sobre a estria que irá estimular um processo inflamatório controlado e uma agulha fina de 01 ponta, com a qual será realizado a punturação por toda a extensão da estria. Esta punturação além de contribuir com a formação do processo inflamatório promove a abertura de microcanais que favorecem a permeação de princípios ativos importantes como os fatores de crescimento. Os fatores de crescimento são 100% homólogos aos mediadores químicos responsáveis pela cascata cicatricial em nosso organismo, sendo assim são peças fundamentais no tratamento com a Dermopuntura, pois irão garantir uma boa cicatrização e uma resposta positiva ao tratamento. “A associação com os fatores de crescimento é o grande diferencial deste tratamento, pois a técnica de dermopuntura promove um processo inflamatório, melhora a circulação sanguínea e a nutrição do tecido enquanto os fatores de crescimento irão garantir que o tecido tenha uma excelente cicatrização” afirma Adriana Nogueira, professora do curso de Dermopuntura da Rãmaga Cursos Pró Estética. Outra etapa importante no tratamento com Dermopuntura é a fotobioestimulação com o Led Vermelho, que atua na estimulação das fibras colágenas, cicatrização do tecido favorecendo todo o reparo tecidual. A Fototerapia tem encantando profissionais da área da estética e surpreendido os clientes, devido os excelentes resultados já nas primeiras sessões de aplicação, sendo considerado um recurso versátil que  pode ou melhor deve ser associado no tratamento de Dermopuntura.

É importante explicar ao cliente que a eficácia do tratamento com a Dermopuntura irá depender da fase da estria, o local em que ela se encontra e sua espessura. É importante lembrar que não há cura total, mas há significativa melhora em sua aparência. O disfarce da estria é tão significativos que a maioria dos clientes se relatam satisfeitos com os resultados do tratamento. A genética do paciente, a raça, a idade e a produção de colágeno individual são fatores que também influenciam no sucesso do tratamento.Além disso, quanto mais cedo iniciar-se o tratamento, maiores as chances de que os resultados sejam positivos.  As sessões são realizadas em um intervalo de 30 dias.

Pare de sofrer com as estrias que te incomodam, procure um profissional competente e experimente este tratamento. O importante é se sentir bem consigo mesmo!!

Rafaela Pereira

Bióloga, aromaterapeuta, professora de estética facial e eletroterapia da Rãmaga Cursos Pró Estética.

Junte-se à discussão

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, podemos te ajudar?
Clique no botão abaixo para iniciar uma conversa comigo no Whatsapp!
Powered by